Mexa-se!


Esse semestre, The Lancet, uma das revistas científicas mais antiga e conhecida do mundo, publicou a sua segunda série de artigos sobre atividade física (Physical Activity 2016: Progress and Challenges). Esta série mostra o impacto da inatividade física nos setores financeiro e de saúde no mundo.

Em 2012, na primeira série, o Lancet já concluiu que a atividade física é um fator de risco modificável tão importante quanto o cigarro e obesidade para doenças crônicas. Agora, em 2016, a revista reforça seus achados e mostra números assustadores como: U$ 53.8 milhões - esse é o valor estimado do custo do sedentarismo aos sistemas de saúde do mundo.

A falta de exercício físico é considerada uma pandemia e a Organização Mundial de Saúde estabeleceu como meta uma redução de 10% na inatividade física até 2025. Porém, para isso, é necessário maior financiamento e envolvimento do governo e da sociedade. “Devemos continuar no esforço de incluir a atividade física no nosso dia a dia”, afirma um dos pesquisadores.

Procure realizar atividades ao menos 30 minutos cinco vezes na semana. Lembre-se de consultar seu médico antes de iniciar alguma atividade.

Fonte: http://www.thelancet.com/series/physical-activity-2016


6 visualizações