Varizes - mitos ou verdades?


A doença venosa é bastante frequente e pode levar além do desconforto estético a manifestações mais graves. E hoje vamos tentar esclarecer mitos frequentes sobre as varizes.

1. Cruzar as pernas causa varizes

Infelizmente, a principal causa das varizes é nossa herança familiar. E nossos hábitos no dia a dia não determinam se temos ou não a doença. Porém é recomendável que se faça um intervalo ao ficarmos longos períodos de pé ou sentados, movimentar as panturrilhas e ajudar o fluxo do sangue.

2. "Não adianta tratar. As varizes sempre voltam."

Esse é mais um mito. Até hoje a medicina ainda não descobriu um método de tratamento ou uma medicação que elimine de vez as varizes. Os vasinhos que são tratados por laser, escleroterapia ou cirurgia não voltam. Mas a recorrência não é incomum e outros vasos podem surgir. Porém como a doença é progressiva, ou seja, pode piorar ao passar dos anos, é aconselhável procurar um especialista para avaliar as varizes e recomendar o melhor tratamento e evitar complicações. Além de realizar um acompanhamento para manutenção ao fim do tratamento.

3. Salto alto causa varizes.

O salto alto está mais frequentemente relacionado a doenças que envolvem os pés, joelhos e articulações em geral. Mas sabemos que, quanto maior o salto, menos a panturrilha trabalha e, consequentemente, menor o retorno venoso. Então é recomendável que se evite saltos muito altos e por tempo prolongado.

4. Tratamento de varizes é somente estético.

Mito! Uma das queixas mais frequentes nos consultórios vasculares é realmente a estética associada as varizes. Mas a doença venosa não é meramente uma questão estética. As varizes podem levar a inchaço, dores nas pernas e feridas.

5. Homens não tem varizes

As varizes são mais frequentes nas mulheres. Mas os homens podem ser acometidos também e devem reconhecer os sintomas das varizes para procurar o tratamento adequado.

#varizes #Prevenção

12 visualizações