WhatsApp_Logo_2.png
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

©2016

Síndrome de Congestão Pélvica


A Síndrome de Congestão Pélvica é um desconforto ou dor na região pélvica crônica em mulheres com veias dilatadas nesta região. É mais frequente em mulheres em idade reprodutiva e que tiveram mais de um filho.
O diagnóstico é feito quando observamos veias ovarianas dilatadas e com refluxo em pacientes com dor pélvica que piora após longos períodos de pé, após relação sexual e/ou urgência para urinar (urinar várias vezes, como quando há infecção urinária). É obrigatório excluir outras causas de dor. Pode haver ainda varizes mais proeminentes em região glútea, vulvar ou coxas. As dilatações das veias podem ser detectadas através de um ultrassom doppler endovaginal. E, no caso do tratamento de varizes, deve ser solicitado também um ultrassom doppler para avaliar as veias das pernas e do abdome. Além disso, podem ser necessários outros exames como tomografia ou ressonância do abdome e flebografia para identificar a causa das varizes pélvicas.

O tratamento é individualizado e baseado nas queixas da paciente. Pode-se começar com tratamento medicamentoso e, se esse falhar, pode ser necessário tratamento cirúrgico (através de cateterismo).

E importância da congestão pélvica no tratamento das varizes? No próximo post, vamos descobrir qual a relação entre essa síndrome e as varizes das pernas.

Não esqueça de deixar seu comentário abaixo ou mandar sua dúvida para catarinaalmeida@cliangi.com.br

#VarizesPélvicas #SíndromedeCongestãoPélvica #DorPélvica #varizesegravidez