Você sabe o que é edema?


Edema, também conhecido como “inchaço”, é o acúmulo de líquido nos tecidos. É uma queixa frequente nos consultórios de cirurgiões vasculares e pode ter várias causas.

A primeira dica é que o edema não é uma doença. É um sinal de que há uma doença em evolução e que deve ser diagnosticada e tratada.

A principal causa de edema das pernas no nosso meio é a doença venosa crônica – trombose venosa profunda, varizes e etc. Porém em pacientes abaixo de 50 anos, principalmente mulheres, a principal causa é o edema idiopático, ou seja, que ainda não sabemos a causa. Mas várias doenças como insuficiência cardíaca, cirrose, insuficiência renal, medicações, trauma e infecções podem levar a inchaço das pernas com diferentes características.

E em que podemos prestar atenção quando observamos que nossas pernas estão inchadas?

O paciente pode observar se o edema é recente ou já antigo, se acomete uma perna, as duas ou todo o corpo. O edema generalizado acomete mãos, braços, face e tronco. É comum termos dificuldade de tirar anéis ao acordar e ao longo do dia isso melhora, mas as pernas podem piorar. Existem edemas que pioram ao longo do dia ou melhoram com o repouso. Todas essas características do inchaço devem ser avaliadas pelo seu médico e vão ajudar a chegar a causa correta, pois a maioria dos edemas podem ser diagnosticados apenas com história do paciente e exame físico.

Para encerrar, vou deixar um alerta. O grande medo dos pacientes quando observam edema de membros inferiores é a trombose venosa profunda. A trombose venosa profunda, geralmente, leva a edema de uma só perna de início recente. É comum o paciente ter ficado acamado por uma cirurgia, internação hospitalar, ter doenças associadas como neoplasias, ter viagem de avião pois esses são fatores de risco para trombose venosa profunda. Essa é uma emergência vascular, o paciente deve procurar serviço médico e realizar uma ultrassonografia doppler para descartar ou confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento.

Quer saber mais sobre edema? Deixe seu comentário abaixo ou mande um e-mail para catarinaalmeida@cliangi.com.br

Vamos falar sobre as várias causas de edema nos próximos posts.

Bom fim de semana!


0 visualização