WhatsApp_Logo_2.png
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

©2016

Doenças cardiovasculares em mulheres: precisamos nos preocupar?


As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte entre mulheres nos Estados Unidos - responsáveis por uma morte a cada três.


E ainda mais chocante: doenças do coração matam 7 vezes mais que qualquer tipo de câncer entre mulheres.  


Os serviços médicos se preocupam e procuram menos doenças cardiovascualres entre as mulheres, dessa forma são feitos menos diagnósticos e ainda menos mulheres são tratadas. As doenças cardiovasculares são vistas como doenças dos homens. E isso é um perigo para nós mulheres.


Vários fatores de risco para aterosclerose como aumento do colesterol, obesidade e hipertensão arterial afetam homens e mulheres igualmente. Mas alguns fatores de risco tem maior peso para nós mulheres.


Vamos ver quais são?


  • Diabetes, tabagismo e história familiar de doenças do coração parecem aumentar mais as chances das mulheres que dos homens quando consideramos riscos para doenças cardiovasculares, principalmente do coração.

  • Estresse e depressão afetam mais o coração das mulheres que dos homens. Além disso, a depressão dificulta a paciente em manter um estilo de vida saudável e seguir recomendações e tratamentos médicos.

  • Sedentarismo, segundo as pesquisas, é mais frequente na mulher. Os homens tem o hábito de se exercitar mais que as mulheres.

  • A menopausa leva a baixos níveis de estrógeno e aumenta o risco na mulher de doenças cardiovasculares.

  • Complicações das gestações como a hipertensão durante a gravidez e diabetes gestacional aumentam o risco da mãe ao longo da vida para hipertensão arterial e diabetes.


Se você ainda é novinha e acha que só mulheres mais velhas devem se preocupar com isso, sinto lhe dizer, mas você está muito enganada!



TODAS AS MULHERES DE TODAS AS IDADES DEVEM SE PREOCUPAR COM A SAÚDE CARDIOVASCULAR.


Mulheres abaixo de 65 anos, principalmente com histórico de doenças do coração na família, devem iniciar a prevenção cedo.


Portanto, nada de fumar, faça exercícios regularmente, mantenha um peso adequado, tenha uma dieta saudável, controle seu estresse (medite, tenha um hobby, divirta-se, viaje, ria muito), tenha cuidado com a quantidade de bebida alcoólica que você consome, faça seus check ups regularmente e siga as recomendações do seu médico.


10 visualizações